Marcelo de Jesus

Maestro Marcelo de Jesus

Graduado em piano, composição e regência pela UNESP, Marcelo de Jesus é um dos mais atuantes regentes brasileiros. Estudou regência com Juan Serrano, Lutero Rodrigues, Ronaldo Bologna e Karl Martin; composição com H.J. Koellreutter e Edmundo Villani-Côrtes; piano com Pietro Maranca, Homero Magalhães e na Itália com Carmella Pistillo (Academia Santa Cecília – Roma).

Após anos de atuação como pianista e maestro assistente de alguns dos mais renomados maestros do Brasil, dentre eles Isaac Karabtchevsky, Jamil Maluf e Abel Rocha, assumiu a convite do maestro Luiz Fernando Malheiro o posto de diretor artístico adjunto do Festival Amazonas de Ópera. Desta parceria em mais de 15 anos, integram-se ao seu repertório inúmeras récitas de óperas e concertos e seus mais diversos compositores, com vários destaques para estreias de novas e antigas obras, como “Poranduba” (E.Villani-Côrtes) e “Yerma” (H.Villa-Lobos). São notórias suas realizações da integral das Sinfonias de L.V. Beethoven, bem como as integrais dos Choros e Bachianas de H. Villa-Lobos e a primeira execução brasileira da Sinfonia de L. Berio.

Enquanto diretor artístico e regente titular da Orquestra de Câmara do Amazonas, compromete-se à execução de um amplo repertório que abrange da música barroca às diversas formas de expressões contemporâneas.

Premiado como “maestro-relação” (Revista Bravo – 2002) e “Melhor Gravação de Música Brasileira – CD ‘Velhas e Novas Cirandas – música brasileira para fagote e orquestra’” (APCA – 2010), merecem destaque suas atuações nas temporadas 2005, 2006 e 2011 de Ópera da Colômbia, e à frente da Amazonas Filarmônica, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, Sinfônica de Rosário, Milano Clássica e Orquestra Sinfônica Brasileira, como maestro convidado.

Atual Diretor dos Corpos Artísticos do Amazonas, tem dividido sua atuação dentro e fora dos palcos com os diversos grupos da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas.